O que os nossos ciclos têm a ver com a lua, o sol, as estações do ano e a natureza?

Quem sistematizou esses conhecimentos de forma muito bonita foi Miranda Gray. Ela tem livros inspiradores sobre esse assunto. Hoje vou compartilhar sobre os benefícios de aprender sobre esse tema e um pouco da dinâmica de funcionamento dos nossos ciclos. Esses saberes são muito poderosos no nosso processo de autoconhecimento.

Benefícios de aprender sobre nossos ciclos

Por que é bom aprender sobre os ciclos e entender como nosso corpo funciona?

Ao ter esse conhecimento, nós paramos de brigar com o nosso corpo. Muitas vezes nós impomos um ritmo para ele que não é o melhor naquele momento, escravizando-o.

Nós podemos programar nossa vida por meio dele. Se sabemos que vamos entrar em uma fase de mais energia, podemos organizar a nossa vida para começar atividades específicas naquele momento. Se precisamos de um momento de recolhimento, podemos deixar para que esse momento coincida com nosso ciclo menstrual de recolhimento.

Nós começamos a ficar mais conectadas com a natureza. Como está a lua? Como está o meu corpo? Como a natureza impacta o meu corpo? Quando nos conectamos com esse saber, nós acordamos um saber antigo que existe em nós. É um espaço de reconexão.

Como os nossos ciclos funcionam?

Vamos começar a estudar nosso ciclo pelo nosso período menstrual. Podemos dividi-lo em quatro. Se o seu ciclo é de 28 dias, cada ciclo vai ter 7 dias. Se for maior, ou menor, você divide em 4. Assim você vai saber qual é cada fase.

O período menstrual é contado a partir do primeiro dia da menstruação, com a chegada do nosso sangue e ele vai durar ¼ desse ciclo. Nessa fase, mesmo que a gente sangre durante poucos dias, ele vai ter ¼ do nosso ciclo inteiro.

Miranda Gray chama esse momento de fase da anciã, da velha, da sábia. A mulher que está vivendo o seu inverno. É um momento de recolhimento, de voltar para a nossa caverna. Quando sabemos disso, nós paramos de brigar. É um período que podemos nos conectar com nós mesmas. É um momento bom para meditar, para nos conectarmos com nossa intuição, com aquilo que nossa alma pede pra mergulhar na gente. É nossa lua nova. Vivemos as mesmas características do inverno no nosso período menstrual. É o momento mais yin de todo o ciclo.

O período pré-ovulatório coincide com a lua crescente, energia da primavera onde vivemos o arquétipo da donzela, da menina, energia de juventude. É um momento bom para iniciar coisas, situações, aprendizados. Tudo aquilo que queremos começar pode ser feito na lua crescente para pegarmos impulso. Durante a primavera, a energia começa a subir das nossas raízes e vai para o nosso corpo.

O período ovulatório é o momento do ciclo que traz a energia do verão, da lua cheia, onde vivemos o que a Miranda chamou de arquétipo da mãe, da fertilidade. É quando estamos completamente expandidas. Nossa energia está firmemente fincada no chão, nossas raízes muito estruturadas e nossa copa desperta, aberta. Estamos muito conectadas com o céu e com a terra e abertas para o mundo. Disponíveis para trocas e para tudo o que é energia de cocriação. É o ápice da energia durante todo o ciclo.

No nosso outono, nosso período pré-menstrual, as folhas começam a cair, vivemos a energia da lua minguante e o arquétipo da feiticeira. Começamos a voltar para o nosso mundo interno. Podemos ter muita irritabilidade nessa fase. É um momento potente para nos conectarmos com nossas necessidades, de avaliarmos tudo o que está morrendo, para deixarmos ir. Estamos nos preparando para um novo ciclo. E assim a gente encerra um ciclo de 28 dias.

Fiz um vídeo para compartilhar esse assunto com você. Deixo aqui, caso queira entender melhor seus ciclos.

Alguns livros da Miranda Gray em português:

  • O Despertar da Energia Feminina: O Caminho da Benção Mundial do Útero de Volta à Natureza Autêntica da mulher
    https://amzn.to/39Khmdy
  • Lua Vermelha: Lua Vermelha
    https://amzn.to/39TAqXf
  • O Oráculo da Lua Vermelha: Mensagens de sacralidade feminina interior para vivenciar o seu ciclo menstrual de forma plena e criativa.
    https://amzn.to/3k6RpKi

E você? Como se relaciona com a lua, com seus ciclos, com seu corpo? Conta pra mim nos comentários.

Leia também: 
O que é sororidade?
O que é trabalhar com o feminino?

Open chat