QUEM É MÃE E SENTE CULPA LEVANTA A MÃO!!??

Semana passada eu dei uma entrevista para o @canal.matrescer e falamos sobre a CULPA.

Eu brinco que nasce uma mãe, nasce uma culpa.

Hoje lendo a Carol Poppi (autora do poema abaixo) senti como esse tema permeia a maternidade e nos causa aprisionamento quando não estamos lúcidas e atentas.


Sentimos culpa por entregar demais, por entregar de menos, por não entregar.
Culpa por não ser adequada, pela nossa intensidade, por nosso cansaço.
Por sermos moles demais, duras de mais, por perdemos o ponto.

Ser mãe já é tão desafiador e a culpa deixa tudo mais pesado.

Serei eu a mulher que livra outra mulher de suas culpas.

Quem aí tiver uma culpa precisando ser jogada no lixo, me chama que estou virando uma Desprogramadora de Culpas, inspirada na minha amiga Darlene Coelho que é uma desprogramadora de medos.

Conta pra mim, qual é a sua culpa de hoje e vamos juntas!!

Open chat